Gráfica e Editora Moura Ramos: livros, revistas, embalagens, sacolas, agendas e impressos em geral.: As perguntas mais frequentes em uma entrevista de emprego Google+

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

As perguntas mais frequentes em uma entrevista de emprego




Quem está a procura de uma oportunidade de emprego ou uma recolocação profissional no mercado de trabalho necessita passar por um processo de recrutamento que inclui a entrevista com o Psicólogo ou um Gestor dependendo da empresa, esse processo é inevitável. São quatro perguntas que sempre são abordadas no processo de seleção, confira abaixo:

Porque você quer trabalhar nessa empresa?

Sempre vem em mente a resposta: estou a procura de crescimento profissional, essa resposta é clássica, então como devo proceder? demonstre criatividade na resposta, mostre que você fez o dever de casa, comece a falar que acompanha a empresa, sabe o crescimento que ela vem tendo, sobre o mercado que atua, sobre sua política de benefícios e o desejo de fazer parte dessa empresa. É importante lembrar que para eu enviar um currículo para determinada empresa é necessário ter conhecimento sobre ela;

Fale um pouco sobre você.

Nessa pergunte evite falar muito, pense antes de falar, fale aqui que é relevante para a empresa saber, não perca o objetivo e nem o foco e não fantasie sobre você, mas se valorize evitando os exageros, fale um pouco de sua vida pessoal e profissional;

Fale sobre seus pontos positivos e negativos.

Falar de nós é complicado, sempre pensamos que não temos defeitos, apenas qualidades, mas isso não é real, temos sim defeitos (pontos negativos), devemos falar deles e mostrar que você sabe disso e que está você já possui ações que estão minimizando seus pontos fracos e tornado-os em pontos positivos. Lembre-se: responsabilidade, pontualidade e organização são pontos que todo profissional precisa ter, então valorize outros pontos positivos;

Fale de seu atual ou último emprego:

Calma, pense e depois responda, não comece a falar sem antes pensar. Nunca fale mal de seus empregos anteriores, é uma prática comum as empresas se comunicarem uma com as outras, histórias contadas podem não coincidir e a situação não ficar boa para você, seja breve na resposta, se não possui nada para acrescentar então não fale mal.

Deixando bem claro, não existe um roteiro, uma mágica para você passar em um processo de seleção, não existe como enganar o recrutador e, caso alguém consiga isso, no decorrer dos dias trabalhados será visto o potencial do profissional. O que será passado aqui são dicas de como se preparar para esse momento.

Boa sorte!