Gráfica e Editora Moura Ramos: livros, revistas, embalagens, sacolas, agendas e impressos em geral.: Como a crise pode gerar oportunidades Google+

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Como a crise pode gerar oportunidades



Quem procura uma nova fonte de renda ou uma alternativa ao desemprego encontra no empreendedorismo uma opção que requer coragem e, principalmente, muito planejamento

Sonho para muitos e conquista pessoal para tantos outros, a possibilidade de iniciar um negócio próprio pode surgir a partir de um cenário de crise, seja de uma perda de emprego ou diminuição da renda causada pela instabilidade econômica. Só que como toda oportunidade é acompanhada de riscos, o empreendedorismo de necessidade traz urgência de retorno financeiro e os empresários muitas vezes queimam etapas ao não realizarem o planejamento adequado.

O empreendedorismo de necessidade estabeleceu recorde na criação de empresas no Brasil entre janeiro e julho de 2016: são 1.199.373 novas empresas no período, segundo dados do Indicador de Nascimento de Empresas Serasa Experian. Os Microempreendedores Individuais (MEIs) puxaram a fila destes números e representam 79,5% do total.

Os especialistas da Serasa Experian mostram a seguir algumas dicas para ajudar no planejamento e transformar essa oportunidade de negócio em uma realidade rentável.

Conheça o mercado: levante o máximo de informação possível sobre a área em que você deseja investir. Descubra os concorrentes, o crescimento do setor e a média da margem de lucro. Estas informações podem ser encontradas em relatórios setoriais e pesquisas na internet.

Fuja da informalidade: o MEI é voltado para quem trabalha por conta própria em um pequeno negócio. Seus principais benefícios são a redução da burocracia para registro de um CNPJ próprio, a emissão de notas fiscais e a isenção de tributos federais. Para isto, basta visitar o Portal do Empreendedor.

Procure ajuda de especialistas: use sua rede de contatos para falar com pessoas que entendem das diversas áreas que serão essenciais na sua nova empresa – marketing, finanças, estoque, logística. Procure também cursos e webinar que possam te auxiliar nessa nova empreitada.

Crie estratégias de comunicação: não importa o tamanho da sua empresa, algumas medidas criativas podem ser adotadas sem grandes investimentos. Ação de e-mail marketing será fundamental, assim como atuar ativamente nas redes sociais.

Um exercício de acertos e erros: Todo empreendedor erra e corrigir a falha o mais rápido possível é o importante. Esteja disposto a enfrentar qualquer problema que possa surgir durante a trajetória. O caminho pode ser difícil, mas a vitória é gratificante.