Gráfica e Editora Moura Ramos: livros, revistas, embalagens, sacolas, agendas e impressos em geral. Google+

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

UFPB promove evento sobre “Turismo e Hotelaria no contexto da acessibilidade”


UFPB promove evento sobre “Turismo e Hotelaria no contexto da acessibilidade”
no dia 16 de outubro de 2017.

O Grupo de Cultura e Estudos em Turismo (GCET) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) promove no dia 27 de outubro o evento “Turismo e Hotelaria no contexto da acessibilidade”, no Auditório Aruanda, Centro de Comunicação, Turismo e Artes (CCTA) da Universidade Federal da Paraíba, a partir das 18h.

O evento é gratuito com emissão de certificado. As inscrições podem ser feitas pelo facebook no link: https://www.facebook.com/events/ ou pelo e-mail: revistacet@gmail.com.

O evento Turismo e Hotelaria no contexto da acessibilidade constitui-se em uma atividade proposta pelo Grupo de Cultura e Estudos em Turismo (GCET), que visa apresentar a perspectiva da acessibilidade no âmbito do turismo e da hotelaria.

Programação:

Abertura: Grupo Roda Vida da FUNAD

Palestrantes: 
  • Genilson Machado Lima – Graduado em Produção Publicitária, Diretor Presidente da Assessoria em Consultoria para Inclusão Social – AC Social, ex-presidente da AAPD/PB, Fundador da FEPADE/PB. Vencedor do Prêmio PRADA 2010 Tema da palestra: Um PCD no Turismo.
  • João Luiz Zaparolli Martins – Bacharel em Turismo pela UFPB atua há 3 anos no setor hoteleiro local, com experiências profissionais em outros ramos do setor turístico como agências de viagens, companhias aéreas, cruzeiros marítimos e escolas de idiomas. Fez intercâmbio universitário pelo programa PIANI na Alemanha. Atualmente, é gerente geral do hotel Nord Luxxor Cabo Branco em João Pessoa (PB).Tema da palestra: A gestão hoteleira com foco na acessibilidade.
  • Sabrina Siqueira Casado – Fisioterapeuta do Hospital das Clínicas em Pernambuco e da Prefeitura de João Pessoa. Especialista em Neurociências. É colaboradora do Portal da Deficiência Visual.Tema da palestra: Uma viagem pelos caminhos da inclusão.
No final haverá sorteio de brindes.


terça-feira, 17 de outubro de 2017

CRIANÇAS FELIZES SÃO AS NOSSAS CORES

Na tarde deste último sábado, no estacionamento do Mangabeira Shopping localizado na cidade de João Pessoa - PB, a Gráfica Moura Ramos em parceria com a São Braz, Loucos por Coxinha, La Estampa, Fernanda Maia Studio e Sr. Grão realizou uma ação social totalmente voltada para a criançada em comemoração ao dia das crianças passado deste ano.

Foi um dia repleto de magia e muita alegria, não só para nós por termos tido essa oportunidade de levar felicidade para os pequenos, mas principalmente para as crianças que participaram do evento acompanhadas de suas famílias.

Foram distribuídos gratuitamente para o público local: muitos brindes, algodão doce, pipoca, doces e jogos. Contamos também com a presença de animadores, colaboradores da empresa fazendo pinturas artísticas no rosto da criançada, camas elásticas e a presença de social medias da cidade que contagiaram a nossa equipe com muita simpatia e apoio ao projeto.

@priscilapaestv / @alyssonbernardo / @julinybarreto
Agradecemos também ao pessoal da assessoria de imprensa e marketing do Mangabeira Shopping pela sua valiosa colaboração em nos receber, ceder o local e parte das instalações apropriadas que favoreceram a realização deste evento que foi um sucesso, a julgar pela alegria e satisfação dos presentes.

Esperamos que o sucesso desta ação possa inspirar outras organizações a criar outras que beneficiem a população e principalmente as crianças que representam o nosso futuro. Quem sabe, o ano que vem não tem mais! 

Social Medias: Priscilla Paes, Alysson Bernardo e Juliny Barreto (confira na foto ao lado, da esquerda para a direita).

Confira a seguir diversas imagens do evento. Para ver mais, basta acessar nossas redes sociais. ;)

    

    

    


 





quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Hoje é Dia das Crianças (12 de Outubro de 2017)


O Dia das Crianças é comemorado anualmente em 12 de outubro no Brasil.

Esta data celebra os direitos das crianças e adolescentes, ajudando a conscientizar as pessoas (os pais, em especial) sobre os cuidados necessários durante esta fase da vida.

Tradicionalmente, no Dia das Crianças os adultos costumam oferecer presentes ou proporcionar atividades especiais e de entretenimento para os mais jovens.

Em alguns países, como Portugal, por exemplo, as crianças são homenageadas em 1 de junho, data conhecida como Dia Internacional da Criança.
Origem do Dia das Crianças

A proposta para a criação desta data é de autoria do deputado federal Galdino do Valle Filho. Após a sua aprovação, surgiu o Decreto de Lei nº 4867, de 5 de novembro de 1924, que oficializou o dia 12 de outubro como o Dia das Crianças.

No entanto, o dia ganhou maior popularidade a partir de 1960, quando a Fábrica de Brinquedos Estrela fez uma promoção com a Johnson & Johnson e criou a "Semana do Bebê Robusto" (como uma estratégia para aumentar as suas vendas).

A partir deste momento, a data passou a ser marcada pela oferta de presentes as crianças, principalmente brinquedos.

O Dia das Crianças coincide com o dia de Nossa Senhora de Aparecida, que é feriado.

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o Dia Universal da Criançaé celebrado em 20 de novembro, em homenagem à data da aprovação da Declaração dos Direitos da Criança, nesta mesma data em 1959.
Mensagens para o Dia das Crianças

FONTE DE ALEGRIA

Como você está crescendo! Ainda ontem um bebê, hoje uma criança linda e cheia de amor! Você roubou nossos corações no dia em que chegou e ver você crescendo é um privilégio enorme. Seja feliz, meu amor! Brinque muito, estude bastante, continue sendo essa fonte de alegria que você é para todos que te rodeiam. Receba um beijo do tamanho do universo, nesse dia que é seu, todo seu!

ETERNOS AMORES

Meus pequeninos que iluminam os meus dias, amo-vos mais do que um pote de sorvete de chocolate, mais do que um balde de pipoca ou ainda mais do que todo o amor que pode caber nesse mundão! Feliz Dia das Crianças, meus eternos amores!

MINHA LUZ

Quando eu era criança costumava ter medo do escuro… Mas, agora que cresci, o meu maior medo é não te abraçar, cheirar e beijar todos os dias! És uma criança muito esperta, animada e danada (não vou mentir)… Te amo e sei que nunca ficarei no escuro, pois tu és a minha luz, que afasta os meus pesadelos e tristezas, sempre com um suave e lindo sorriso!

SER CRIANÇA

Ser criança é gostar de correr pela casa
Ser criança é gostar de comer com as mãos
Ser criança é descobrir o mundo todos os dias
Ser curioso, atrevido, honesto e carinhoso
Ser criança é gostar da vida e saber vivê-la!


quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Tudo o que você precisava saber sobre o Dia das Crianças e tinha medo de perguntar (...)


Por que o dia 12 de outubro foi escolhido como o Dia das Crianças? Data é oficial desde 1923, mas só passou a ser comemorada pela população depois de uma ação comercial realizada em 1955.

Hoje a data é lembrada e aguardada com ansiedade pelas crianças. É época de ganhar presentes, se divertir com atividades e brincadeiras diferentes na escola, e aproveitar o dia ao máximo. Mas por muito tempo o Dia das Crianças, aqui no Brasil, ficou no esquecimento, mesmo entrando para o calendário oficial.

Em 1923, nasceu a ideia de existir uma data para celebrar as crianças. O responsável por isso foi o deputado federal Galdinho do Valle Filho, que elaborou um projeto de lei depois que o Rio de Janeiro sediou o 3º Congresso Sul-Americano da Criança. Apesar de aprovado e oficializado pelo então presidente da república, Artur Bernardes, o dia 12 de outubro, como data comemorativa, só foi vingar em 1955, por questões comerciais.

É que a responsável por fazer a data ficar marcada na memória da população brasileira foi a fabricante de brinquedos Estrela, que criou uma campanha chamada “Semana do Bebê Robusto”. Utilizando a data que já era oficial, ela desenvolveu ações para aumentar as vendas antes do Natal e a ideia funcionou!

Anos depois, a Johnson & Johnson resolveu apoiar a Estrela, dando ainda mais força ao Dia das Crianças, com o concurso de beleza “Bebê Johnson”, que se tornou um dos mais conhecidos em todo o país. Com o tempo, outros varejistas passaram a aderir à ideia, aproveitando para realizar promoções durante uma semana e até no mês todo, fazendo do Dia das Crianças uma das principais datas do calendário brasileiro.

Por coincidência, a data é a mesma do Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, sendo então um feriado nacional.

Data universal

De acordo com a cultura e tradição locais, cada país acabou escolhendo uma data diferente para comemorar o Dia das Crianças. Mas, pelo Fundo das Nações Unidas para a Crianças (UNICEF), o dia 20 de novembro é a data universal, porque foi quando a organização oficializou a Declaração dos Direitos Criança, que passou a estabelecer direitos às crianças em todo mundo.

Veja abaixo em qual data é comemorado o Dia das Crianças em outros países do mundo:

Portugal: 1º de junho
Índia: 14 de novembro
Estados Unidos: 1º domingo de junho
Austália: 4ª quarta-feira de outubro
México: 30 de abril
Japão: 5 de maio
China: 1º de junho
Tailândia: 2º sábado de janeiro
Turquia: 23 de abril


terça-feira, 10 de outubro de 2017

A assistente do Facebook Messenger


O Facebook liberou hoje, 10/out/2017, a assistente M, lançada no início do ano nos EUA. O recurso será incorporado ao aplicativo do Messenger, funcionando de uma forma bastante similar à Google Assistente no Allo.

A assistente utiliza inteligência artificial para interpretar a conversa entre duas pessoas pelo aplicativo para oferecer sugestões relevantes. Um exemplo dado pelo Facebook é que, se alguém perguntar onde você está, o recurso imediatamente oferece um botão para você compartilhar sua localização em tempo real.
Como utiliza técnicas de aprendizagem de máquina, a M tende a ficar mais precisa e personalizada conforme o tempo, oferecendo sugestões que se adequem mais aos gostos dos usuários.

Quem não gosta da possibilidade de uma assistente virtual se intrometendo em seus assuntos tem a opção de ignorar a M ou simplesmente desligá-la completamente nas configurações do Messenger.

A distribuição acontecerá para os celulares com Android e iOS a partir de hoje (terça-feira, 10), e deve chegar aos poucos para todos os usuários nessas plataformas.

Veja a lista de recursos divulgada pelo Facebook
  • Enviar stickers: M compartilha sugestões de stickers divertidos para suas interações cotidianas como “obrigado” ou “tchau”.
  • As sugestões da M aparecem quando é reconhecida uma intenção na conversa, e inicialmente incluirá as seguintes ações:
  • Enviar stickers: M compartilha sugestões de stickers divertidos para suas interações cotidianas como “obrigado” ou “tchau”.
  • Criar uma enquete (somente em conversas em grupo) – Com dificuldade para tomar decisões em um grupo? M permite que você crie uma enquete sobre qualquer tema nos grupos de conversa.
  • Enviar mensagens de aniversário – Se a pessoa com quem você está conversando individualmente no Messenger estiver fazendo aniversário, M vai sugerir uma mensagem de aniversário – um sticker, cartão, mensagem ou vídeo com o tema Aniversário.
  • Fazer uma chamada por voz ou vídeo – Se as pessoas estiverem conversando entre si ou em um grupo e expressam a vontade de fazer uma ligação, M irá sugerir uma conversa por áudio ou vídeo no Messenger. Dessa maneira, por exemplo, se alguém diz “quer me ligar?” M irá fazer uma sugestão.

domingo, 8 de outubro de 2017

O quanto difícil é parar de roer as unhas!?


Se você é daquelas pessoas que nunca teve o dedo sangrando depois de roer demais uma unha, sorte a sua! Entretanto, muita gente permanece com esse hábito pavoroso (inclusive alguns de nós), e a ciência tenta entender os motivos que levam as pessoas a isso. Estima-se que entre 20 e 30% da população rói as unhas, sendo que entre os adolescentes essa taxa é de até 45%!

Existem diversos motivos que podem explicar esse vício, como nervosismo, ansiedade, tédio, frustração, concentração, fome e até o pior de todos: prazer. Sim! Você pode não acreditar, mas muita gente rói as unhas por achar isso gostoso. A psiquiatra Tracy Fosse, da Universidade da Califórnia, que também possui esse vício, explica que não se sente nem um pouco mais relaxada quando está mastigando os dedos.

Segunda Tracy, um estudo com animais mostra que o prazer em roer unhas pode, sim, existir. Em ratos que recebem altas doses de endorfina, existe uma diminuição na incidência de roedores de unhas. Quando essas substâncias eram cortadas, os animais voltavam ao hábito, sugerindo que uma ligação do vício com o prazer. Isso poderia explicar, também, por que algumas pessoas roem suas unhas em situações de estresse ou de concentração: ao canalizar a tensão em algo prazeroso, isso ajuda a enfrentar os próprios problemas.

Roer unhas causa sensação prazerosa em algumas pessoas. 

Perfeccionismo e genética

Para Kieron O’Connor, professor de psiquiatria da Universidade de Montreal, o hábito de roer as unhas pode estar ligado ao perfeccionismo. As pessoas que se irritam facilmente aderem ao vício como forma de canalizar o tédio e a frustação. 

Porém, a dermatologista Sheri Lipner acredita que fatores genéticos podem estar por trás do hábito de roer as unhas. Segundo ela, 1 em cada 3 roedores possui histórico familiar. Já um estudo com gêmeos mostrou que se um deles roía as unhas era muito provável que o outro também fizesse isso. 

Ainda não se sabe o que leva as pessoas a iniciarem com esse costume. Acredita-se que as crianças desenvolvem o hábito porque o córtex pré-frontal do cérebro ainda está em desenvolvimento, e isso faz com que as pressões sociais não as afetem tanto quanto em adultos. Talvez por isso, também, que muitas consigam largar o vício depois de adultas. 

1/3 dos roedores possui algum parente que também rói as unhas TOC 

Em 2012, a Associação Americana de Psiquiatria incluiu o hábito de roer unhas como um sintoma do TOC – o transtorno obsessivo-compulsivo. Além dele, outros comportamentos repetitivos ligados à higiene também entraram na lista de TOCs, como cutucar a pele ou ficar mexendo nos cabelos. 

Muitos psiquiatras não concordaram com essa classificação, já que o TOC é uma obsessão ligada à ansiedade, enquanto roer as unhas pode ter outras motivações. Isso não impede, é claro, que roedores de unha tenham transtornos de ansiedade ou de déficit de atenção, por exemplo.


Crianças normalmente roem as unhas pois a parte do cérebro ligada a comportamentos sociais ainda não está completamente desenvolvida

Problemas de saúde e como parar de roer as unhas

Manter o hábito de roer unhas não é nada saudável: além de poder causar problemas nos dentes e na mandíbula, outras doenças podem ser incitadas por esse hábito nojento. As unhas são cheias de bactérias, que podem causar reações gastrointestinais bem desconfortáveis.

Sem contar que a própria boca é o lar de inúmeras bactérias que podem causar infecções nada agradáveis nas suas unhas. Outras doenças, como a herpes, podem achar um “caminho” de transmissão mais eficaz se você não consegue tirar o dedo da boca.

E como parar? Bem, existem várias técnicas, desde esmaltes que deixam as unhas com um gosto horrível até um aparelho que dá choque quando você coloca a mão na boca. Algumas pessoas tentam diminuir o costume usando luvas ou band-aids nas unhas. Já técnicas de meditação e relaxamento podem ajudar pessoas ansiosas que roem os dedos. Veja mais detalhes nas dicas a seguir:

Parar de roer unhas pela estética e a saúde

Um estudo da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, identificou mais de 4,7 mil espécies de bactérias nas mãos de 51 participantes, o que gera um importante risco de infecções. Além disso, roer as unhas de forma crônica provoca microtraumas nos dedos, permitindo a entrada de bactérias.

Mas parar de roer unhas não é só uma questão de saúde, é também estética. Ou você vai querer mostrar suas mãos depois da destruição das estruturas que protegem a ponta dos dedos?

E não é só nos dedos, pois roer as unhas de forma crônica causa anormalidades nos dentes, tais como recessão gengival. Esse dado também é resultado da pesquisa da Acta Dermato-Venereologica.


Como parar de roer unhas em 7 dicas 

Para auxiliar nesta difícil tarefa de aprender como parar de roer unhas, separamos 7 dicas para você. Confira: 

1. Como já citamos, chegar à causa e tratá-la é o caminho mais eficiente para acabar com esse hábito. Saber em que momentos você leva a mão à boca é um bom começo para identificar essas causas. 

2. Considerando que pode ser uma pena roer unhas bem feitas e pintadas, mantê-las assim pode ser também um bom começo na difícil jornada de parar de roer unhas. Use esmaltes especiais e pinte com cores escuras. 

3. Mantenha as unhas aparadas para dificultar o máximo possível o ato de roê-las. E tenha sempre uma lixa por perto: quando a unha lascar, não será necessário usar os dentes. 

4. As unhas postiças podem ser também uma boa pedida, já que, além de ser difícil de mordê-las, protegem suas unhas e dão tempo para que cresçam fortes e saudáveis. 

5. Hidrate unhas e cutículas para evitar que sirvam de motivo para você querer tirar com os dentes. Carregue um kit com tesourinha, lixa e alicate de unha para emergências. 

6. Dê outra ocupação para a boca. Um chiclete, por exemplo, pode ajudar. Mas cuidado: não vá substituir um vício pelo outro. Use chicletes sem açúcar, pois são menos nocivos. 

7. Terapias para diminuir o estresse são bastante recomendadas. Elas podem ser a prática de esportes, leitura de um livro ou outras atividades saudáveis. Respirar com calma também ajuda.