Gráfica e Editora Moura Ramos: livros, revistas, embalagens, sacolas, agendas e impressos em geral. Google+

terça-feira, 14 de agosto de 2018

Crossover inédito daTurma da Mônica e os heróis e supervilões da DC Comics


A poderosa Mônica ficará de frente com o Superman; O cerebral Cebolinha terá a companhia do “maior detetive do mundo”, o Batman. Assim, de surpresa, na Bienal Internacional do Livro de São Paulo que rolou na semana passada, Mauricio de Sousa e a DC Entertainment anunciaram uma parceria inédita, com o crossover entre os personagens da Turma da Mônica e os heróis e supervilões da editora DC Comics.

O encontro entre os personagens estará nas edições de dezembro das revistas da Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali, Chico Bento e Turma da Mônica.


“Por quase 60 anos, meus quadrinhos têm entretido muitas gerações de leitores brasileiros. Agora, todos eles, assim como eu, irão aproveitar este momento tão especial”, disse o Mauricio de Sousa, no comunicado.

Os traços das revistas serão desenhados pela Mauricio de Sousa Produções – já os roteiros serão escritos pelas empresas em parceria. “Se você achava impossível misturar o universo do bairro do Limoeiro com as atmosferas de Metrópolis, de Gotham City e de Paradise Island, prepare-se para a grande surpresa que está por vir em nossas publicações”, comenta Marco M. Lupoi, diretor de publicações do Grupo Panini.


segunda-feira, 13 de agosto de 2018

O que é preciso para fazer seu negócio dar certo?


Conheça sete segredos para tornar-se um empreendedor de sucesso

Dizem que não existe receita para o sucesso. Mas para empreender e fazer seu negócio dar certo, algumas características e atitudes podem ser essenciais. Se observarmos bem, os empreendedores bem-sucedidos têm alguns traços em comum que, em conjunto, podem ser considerados a chave para o sucesso. 

Confira:

1 – Pesquisa prévia e atenção constante

Nos últimos anos, o empreendedorismo tem sido cada vez mais incentivado. Mas antes de largar o emprego e correr atrás do seu sonho, é bom começar a pesquisar bem sobre o que deseja fazer.

Busque informações sobre o mercado, sobre a economia, sobre o público, sobre carências do setor, sobre os custos, sobre inovações na área, enfim, quanto mais informação puder juntar previamente, mais fácil fica começar a traçar seus planos. E após essa pesquisa prévia, você precisa continuar atento ao cenário macroeconômico, às movimentações do setor, à concorrência, etc.

Manter-se sempre alerta e bem informado é uma das características dos empreendedores de sucesso.

2 – Organização e planejamento

Ter um plano de negócio atualizado é uma condição básica para quem quer ter êxito como empreendedor. O dono da agência web Esperienza, Cassiano Antequeira, conta, por experiência própria: “Ele é essencial e me fez muita falta no começo. Hoje tenho mapeados todos os aspectos do negócio e posso me antecipar e solucionar os possíveis problemas antes que eles ocorram”.

Além de ser um bom guia para a tomada de decisões da empresa, esse tipo de documento denota organização e planejamento, comportamentos fundamentais para o sucesso de qualquer empresa.

3 – Dedicação e perseverança

O inventor Thomas Edison, certa vez, disse: “Eu não falhei. Só descobri 10 mil caminhos que não eram o certo.” A frase nos lembra da importância da dedicação e da perseverança frente às dificuldades (mantendo ainda o bom ânimo, como o inventor). Afinal, em qualquer empreendimento, sempre há obstáculos a superar e desafios a vencer.

Em todo caso, acreditar e ter paixão pelo que faz costumam ser grandes motivadores para manter a dedicação e perseverar em seus objetivos. Não é a toa que empreendedores de sucesso costumam ser aficionados pelo que fazem, mostrando-se confiantes e dedicando-se com afinco aos seus negócios.

4 – Persistência x teimosia

Saber ser persistente em suas metas e planos é importante. Mas persistir na busca do sucesso não quer dizer ser rígido e inflexível. Pelo contrário, também é preciso ter maleabilidade para mudar, para alterar as ideias preconcebidas e se adaptar quando necessário.

O jornalista Shane Snow (considerado um dos empreendedores mais inovadores com menos de 30 anos, pelas revistas Forbes e Inc.) recomenda a, diante de uma determinada situação problema, listar todas as suposições possíveis e, em seguida, questioná-las: e se não forem corretas? Outro conselho do empreendedor é abusar da simples pergunta “por que?”. Questionar por que as coisas são feitas de determinada maneira é também uma forma de romper com convenções e achar saídas inovadoras.

5 – Boas parcerias

Segundo o vice-presidente de fusões e aquisições do Buscapé, Ayrton Aguiar, ter um time coeso e afinado também é uma característica de empreendimentos bem-sucedidos. “É muito raro ver uma empresa de sucesso, na qual o fundador realize voo solo. Ele precisa ter gente de confiança com alto nível de comprometimento.”

Quando se reúnem bons parceiros, somam-se conhecimentos e habilidades, agregam-se novas ideias e multiplica-se a capacidade de realização de projetos.

Errar é humano. Mas assumir os próprios erros e conseguir aprender com eles é uma atitude típica de empreendedores de sucesso.

Os empresários Mariano Gomide de Faria e Geraldo Thomaz, criadores da Vtex (que oferece soluções para plataformas de e-commerce), reconhecem: “Nós erramos muito, mas persistimos durante sete anos, até que em 2006 descobrimos o nicho de mercado que nos trouxe até aqui”.

7 – Desafios e competições

O ser humano costuma ser bastante motivado por desafios. E para um empreendedor, isso é ainda mais importante. Conseguir inserir-se (e manter-se) em um mercado cada vez mais competitivo exige uma postura também competitiva por parte do empreendedor. Não é à toa que empreendedores bem sucedidos costumam dar grande valor a rivais de alto nível, que os estimulam a dedicar-se cada vez mais para superá-los continuamente.


domingo, 12 de agosto de 2018

A busca pelo sucesso profissional


A busca pelo sucesso é constante entre os profissionais das mais variadas áreas. O sucesso pode ser um conceito subjetivo, mas que de uma forma ou de outra acaba dando de encontro com alguns preceitos básicos.

De pessoa para pessoa a palavra sucesso pode ter um significado diferente, mas em qualquer caso as pessoas sempre estão em busca dele, tenha qual significado pessoal ele tiver. Essa busca pode ser menos cansativa e demorada se houver um direcionamento, um caminho a seguir.

Há pessoas que buscam o sucesso pessoal, ter uma família e amigos presentes como sempre imaginou, há quem considere que sucesso é ter paz de espírito, mas e o sucesso no que você faz hoje? Ele existe? Ser realizado pelo que faz é um dos grandes desafios que as pessoas têm de superar.

Uma vida em equilíbrio em todos os segmentos é um sonho para a maioria das pessoas. Ter a vida pessoal organizada, o profissional em ascensão e a área familiar em perfeita harmonia. Todas interagindo de maneira tranquila sem grandes interferências e vivendo uma vida de paz.

Não é um posicionamento fácil de atingir e são necessários esforços constantes para que possa realmente chegar aos resultados esperados. Saber o momento de investir em si mesmo, não é fazer um investimento sem precedentes, mas é saber que o crescimento intelectual afeta todas as áreas da vida.

Ter estratégias e mudar alguns hábitos são os primeiros passos para começar a ver as consequências das suas atitudes. Conhecer a si mesmo, buscar o autoconhecimento é investir no crescimento pessoal e consequentemente atingirá os âmbitos profissionais. 

Para realmente obter sucesso no que faz deve-se começar num processo de crescimento intelectual, isso mesmo, começar de dentro para fora para os resultados serem realmente espetaculares.

O interessante é saber que com algumas práticas e mudanças de pensamentos e atitudes alguns desses objetivos podem ser alcançados. Vejamos aqui os 3 pilares para ter sucesso no que você faz hoje!
Saber muito bem o que faz

Um princípio básico para ser efetivo naquilo que faz é saber exatamente o que está fazendo. Quais são as motivações? As variáveis? Todas essas perguntas devem ser respondidas sem hesitação.

Além de saber muito bem o que faz é importante saber o porquê que faz aquilo. Quais foram as motivações para escolher trilhar aquele caminho. Depois uma estrada escolhida para caminhar é necessário criar meios de conhecê-la de todas as formas e claro elevar seus pontos positivos para que possa continuar a jornada sem fraquejar.

Um cliente espera o mínimo, que é o profissional poder sanar todas as suas dúvidas e necessidades. Ele quer acreditar que aquela pessoa que o está atendendo sabe muito e acredita no que está fazendo. Isso traz segurança e tranquilidade para quem está sendo atendido.

Buscar estudar sobre todos os âmbitos do trabalho e estar um passo a frente com soluções inesperadas, mas eficazes. Isso é um profissional de sucesso, uma pessoa que sabe o que faz e o porquê faz aquilo.

Quando se tem conhecimento aprofundado do que faz é fato que as informações serão passadas com a maior clareza e naturalidade, não é um texto decorado, mas sim conceitos aprendidos. Ter clareza significa ter conhecimento, pois uma pessoa que não sabe o que diz tampouco será compreendida.

Saber o que faz ainda te dará ferramentas para saber solucionar os problemas dos seus clientes, trará tranquilidade no momento de mediar conflitos, pois o profissional está preparado e munido até os dentes de muito conhecimento daquilo que faz.

E é por isso que saber muito bem o que faz é um pilar do sucesso nas atividades que faz hoje, pois não pode ser algo passageiro, que só foi feito naquele momento, mas que está em constante processo de aprendizagem. Aberto para o novo e preparado para o futuro!
Amar o que faz é essencial

Embora pareça um tremendo clichê, essa frase tem uma importância imensurável. Não só a frase, mas a prática dela no dia a dia. Primeiro que amar não é uma questão simples de esclarecer, assim como o sucesso tem variáveis nas interpretações dependendo da pessoa, o amor também é assim.

Existe o amor pela pessoa por ser alguém bom, alguém agradável. O amor pelos familiares e o amor pelo companheiro ou companheira. Cada tipo de amor é desenvolvido e estimulado de alguma maneira.

Na questão do amor pelo próximo, ou seja, pelos amigos, é aquele que através de atitudes que foram sendo construídas ao longo de um tempo fortaleceram aquele laço que se transformou em uma amizade, que possui o amor de amigo.

O amor familiar é aquele construído com laços maternos, paternos e fraternos, além de claro os parentes distantes em grau, mas muitas vezes próximo ao coração. Esse um pouco mais natural, mas que também houve um processo para que ele fosse construído.

Já o amor por aquilo que faz esse também deve ser construído através de um processo e se solidificar a cada dia que passa. Assim como os outros tipos de amores, existem variáveis, que são aqueles dias que não se ama tanto assim.

Mas é importante que constantemente busque amar o que faz através de pensamentos e depois atitudes.

Por exemplo, em uma fatídica sexta-feira, após uma semana turbulenta cheia de trabalho e muitos problemas para resolver o comum é ficar estressado até o fim do expediente e depois do horário, por já ser o tão esperado fim de semana, uma sensação de alívio preenche o peito e sossega os pensamentos. Isso não é falta de amor, isso é apenas um ser humano que trabalha.

Falta de amor é começar a segunda pensando na sexta, isso sim! O ideal para ter uma semana produtiva, de verdadeiro sucesso é buscar enxergar no que faz todos os benefícios para a sua vida e para a dos seus clientes.

Se vende casas, pense que vende sonhos, se vende carros, vende possibilidades, se vende produtos, vende melhorias pessoais ou físicas. E assim sempre pensado no que de bom oferece e o que recebe por isso. Só o salário? Não, satisfação pessoal por fazer algo importante. Isso é sucesso!
Acreditar sempre!

Também considerado clichê por muitos o “acreditar” pode ter sido subestimado e deixado de representar sua verdadeira importância.

Não é uma questão de uma crença sem princípios, sem argumentos e sim buscar acreditar naquilo que faz verdadeiramente. Se pensarmos nos pilares que compõem uma pessoa que tem sucesso no que faz o “acreditar” é o que na junção do saber o que faz e no amar o que faz é a combinação perfeita para alcançar o pleno sucesso no dia a dia.

Novamente deve-se começar a partir dos pensamentos e depois nas ações derivadas das reflexões. O pensamento construtivo, idealizado irá construir pontes para solucionar problemas e criar ideias. Isso é produtividade, é ser proativo em todos os momentos.

Acreditar no trabalho que faz é acreditar no que fala, pensa e age. Tudo deve estar em sincronia e numa perfeita coerência para que seja respeitado e admirado pelas pessoas.

Ser bem sucedido é isso, saber o que faz, como faz e acreditar em tudo isso. Ao acreditar de verdade passará credibilidade para as pessoas que o procurarem, pois a força de acreditar é transmissível, fica aparente que conhece e garante muito bem o seu trabalho.

Se o seu trabalho é com uma equipe, antes de tudo deve realmente acreditar nela e buscar elementos para alimentar isso diariamente. A força do acreditar estremece diante das dificuldades e dos problemas diários, mas não devem ser suficientes para acabar com toda a esperança antes depositada nela.

Falhar faz parte do crescimento e evolução de uma pessoa que pensa em andar num caminho de sucesso, não há vitória sem antes terem tido derrotas. Quantas vezes acabamos desacreditando de nós mesmos? Muitas vezes, mas não há problema isso acontecer, o que não deve de maneira nenhuma é permanecer desacreditado. Renovar as esperanças em si mesmo trará confiança e segurança para atuar diariamente seja qual for o seu segmento.

O sucesso no que você faz todos os dias deve partir desses 3 pilares que na junção formam os elementos perfeitos para que atinja os objetivos desejados. Não é fácil buscar conhecimento a todo tempo, exige esforço e muita dedicação.

Amar o seu trabalho, o que você faz todos os dias exige pensamentos produtivos e positivos para se manter motivado e feliz por aquilo que faz. O acreditar exige esperança contínua, mas não uma esperança no sentido de espera, mas sim naquela que busca e faz acontecer motivos que levam a preencher as forças do acreditar.

Com os três pilares aqui apresentados fica mais fácil pensar em como começar a ter sucesso no que faz todos os dias e assim viver uma vida muito mais feliz e produtiva. Não é fácil, mas está bem longe de ser impossível. Basta ter insistência no que realmente quer e terá resultados magníficos. Não é preciso muito, só busque conhecer o que faz de verdade, amar aquilo que faz todos os dias e nunca deixar de acreditar em você mesmo.


sábado, 11 de agosto de 2018

Conheça a História do Dia dos Pais

Resultado de imagem para pais

O Dia dos Pais é celebrado em várias regiões do mundo, mas em datas diferentes. No Brasil, o dia dos pais é comemorado desde 1953.

Atualmente, tal como o dia das mães, o dia dos pais é uma das datas mais prestigiadas no mundo como um todo e no Brasil, em especial. Entretanto, pouco se sabe sobre a origem dessa data.

No Brasil, ela é comemorada no segundo domingo de agosto, mas já foi comemorada fixamente no dia 16 desse mesmo mês. Nos Estados Unidos e em várias outras nações, a data é comemorada no terceiro domingo de junho; em Portugal e Espanha, em 19 de março; na Rússia, no dia 23 de fevereiro. Mas qual é a razão dessas diferenças?

Origem da comemoração nos Estados Unidos

O dia dos pais passou a ter repercussão mundial a partir do início do século XX, quando a data foi institucionalizada nos Estados Unidos da América. Os Estados Unidos comemoraram pela primeira vez o dia dos pais em 19 de junho de 1910. Tal data foi escolhida a partir da sugestão de uma moça chamada Sonora Louis Dodd, que quis homenagear seu pai, William Jackson Smart.

Smart era um veterano da Guerra Civil Americana que, após a morte da esposa, teve que criar sozinho Sonora e os outros filhos. A homenagem de Sonora começou em 1909, em sua cidade, Spokane, no estado de Washington. O dia em questão, 19 de junho, era a data de nascimento de seu pai. O gesto simples da moça acabou por mobilizar muitas pessoas da mesma cidade a fazer o mesmo tipo de homenagem. De Spokane, a prática alastrou-se para outros estados dos EUA.

Entretanto, em 1966, houve uma alteração na comemoração da data em decorrência de outros fatores. Do dia 19 de junho, a comemoração passou para o terceiro domingo de junho. Em 1972, o presidente Richard Nixon declarou o terceiro domingo de junho como o dia oficial da comemoração do dia dos pais. Essa data foi adotada como modelo por vários países ocidentais.

Origem da comemoração no Brasil

No Brasil, o dia dos pais só foi comemorado pela primeira vez em 1953, no dia 16 de agosto. Ao contrário do que ocorreu nos EUA, essa data não foi pensada como forma de homenagem local e simples, que se alastrou depois, sem planejamento. Na verdade, ela foi pensada por um publicitário chamado Sylvio Bhering, à época diretor do jornal O Globo e da rádio homônima.

O objetivo de Bhering era tanto social quanto comercial. A tentativa inicial foi associar a data ao dia de São Joaquim, pai de Maria, mãe de Jesus Cristo, que é comemorado em 16 de agosto, no calendário litúrgico da Igreja Católica, já que a população brasileira era predominantemente constituída de católicos. No entanto, nos anos seguintes, a data também foi deslocada para um domingo, o segundo domingo do mês de agosto – e assim permanece até hoje.

O caso particular de outros países

Há o caso de outros países nos quais o dia dos pais está relacionado com aspectos culturais muito específicos. É caso, por exemplo, de Portugal, Espanha, Itália, Andorra, Bolívia e Honduras, que o comemoram em 19 de março. Isso ocorre porque tais países, também de tradição católica, associam o dia dos pais ao dia de São José, esposo de Maria.

Um caso curioso é o da Rússia, que celebra o dia dos pais em 23 de fevereiro. O motivo é o fato de que esse dia também é reservado à comemoração do Dia do Defensor da Pátria Local – data celebrada desde 1919. As duas datas acabaram por se entrelaçar.

Por Me. Cláudio Fernandes para o Brasil Escola

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Super ideias criativas utilizando papel

Imagem relacionada

Às vezes, tudo o que você precisa para soltar a criatividade e fazer coisas incríveis é uma (ou algumas) folha de papel. Duvida? Olha só essas ideias bem legais que separamos para você se inspirar no Dia da Criatividade e dar asas à imaginação usando papel.


Quem é que diz à primeira vista que esse lustre foi feito só com tirinhas de papel? Pois é, pode parecer estranho quando você ouve, mas olha que sofisticado ele fica!


Saiba como fazer aqui!

Essa é para quem quer economizar na hora de presentar alguém especial: em vez de comprar um presente, uma boa opção pode ser fazer você mesmo algo fofo e cheio de boas memórias. Essa caixinha foi feita toda de papel e “recheada” com fotos do Instagram.


Veja como fazer!

A ilustradora francesa Anastassia Elias fez essas peças com detalhes muito bem trabalhados usando só rolos de papel higiênico. Demais, né? Essa é um pouco mais complicadinha, mas uma boa sugestão para quem gosta de desenho e artesanato.


Veja mais aqui!

Falando em rolos de papel higiênico e aproveitando que super-heróis estão em alta, olha só como transformar as crianças em heróis e heroínas de um jeito pra lá de fácil:


Clique aqui e veja como é simples de fazer!

Já é novembro, o que significa que o Natal está batendo na porta. Para dar uma variada na decoração tradicional, temos essa sugestão diferente: uma árvore personalizada e 100% feita com materiais reciclados para deixar a casa com aquele clima natalino gostoso e ainda ajudar o meio ambiente.


Clique aqui e veja como fazer.

Outra dica para quem gosta de itens decorativos feitos à mão: flores de papel. Dá para fazer arranjos lindos variando cores, formatos e tamanhos.


Lindas, cheias de possibilidades e fáceis de fazer: aprenda aqui.

Já ouviu falar de “ecoprint”? Trata-se de uma técnica histórica de impressão que transforma plantas, folhas e outros elementos naturais em estampas incríveis para quadros, papeis de parede e muito mais!


Veja aqui mais aplicações dessa técnica!

Um toque delicado e especial para uma festa de 15 anos. Dá para resistir à fofura desses vestidinhos encantadores de papel?


Basta seguir esse passo a passo aqui.

Um spinner feito de papel? Exatamente! Esse é o projeto perfeito para as crianças soltarem a imaginação e fazerem um brinquedo bem legal.


É só clicar aqui para aprender a fazer.

A última dica é para a próxima vez você que for nos acompanhar nas redes sociais, ler um dos posts do nosso blog ou acompanhar um vídeo. Olha só que prático esse suporte para celular!


Simples assim de fazer!

São tantas coisas incríveis que é possível fazer usando papel, não é mesmo?

E aí, se inspirou? Experimente fazer alguma dessas e não deixe de contar para a gente como ficou, estamos curiosos!