Gráfica e Editora Moura Ramos: livros, revistas, embalagens, sacolas, agendas e impressos em geral.: O que há por trás do Vale do Silício?! Google+

domingo, 2 de abril de 2017

O que há por trás do Vale do Silício?!


O pessoal do site Meu Sucesso estudou as empresas mais inovadoras do mundo desmistificando o Vale do Silício. Neste post iremos conferir um vídeo especial que mostra os bastidores do berço da inovação, que vai muito além do lugar divertido com bicicletas e patinetes no escritório.

Contexto Histórico

Trata-se de pessoas dispostas a contribuir com a mentalidade empreendedora dentro de uma mesma comunidade, com objetivos e conquistas pelo mundo todo. São 6 episódios inéditos com o objetivo de trazer o jeito de empreender do Vale do Silício para você implementar no seu negócio.
A história do Vale do Silício começou bem antes de marcas como Apple, Microsoft, Google ou Facebook. A região concentra as principais empresas de tecnologia da informação, eletrônica, computação e informática do mundo. A maior parte delas surgiu naquela região do estado da Califórnia, formada pelas cidades de Palo Alto, Santa Clara, San José, Campbell, Cupertino, Fremont, Los Altos, Los Gatos, Menlo Park, Mountain View, Milpitas, Newark, Redwood City, Saratoga, Sunnyvale e Union City.
Atualmente o local é o polo industrial e berço de empresas como Apple, Facebook, Google, NVidia, Electronic Arts, Symantec, AMD, Ebay, Yahoo!, HP, Intel, SAP, HP, Microsoft, Adobe, Oracle, entre outras. O nome da região é uma homenagem ao componente químico Silício, matéria-prima fundamental para a produção de componentes eletrônicos.
Ao contrário do que se possa imaginar, o Vale do Silício não começou com a geração de Steve Jobs, Bill Gates e Steve Wozniack e a criação dos semicondutores. Trabalho de pesquisa realizado pelo empreendedor e acadêmico Steve Blank mostra que a região começou a se desenvolver a partir da Segunda Guerra Mundial e prosseguiu com a Guerra Fria.
A origem do Vale do Silício remonta ao final da década de 30 e início da década de 40, a partir de um esforço do governo norte-americano para superar tecnologicamente os radares alemães durante a Segunda Guerra. Por isso, foram investidos milhões de dólares na criação de um laboratório secreto em Harvard, o Radio Research LAB, chefiado por Fredrick Terman, da Universidade de Stanford, na Califórnia.
Quando retornou à sua universidade, Terman convenceu os gestores de que era preciso criar um centro de ponta em Engenharia e receber mais financiamento do governo para desenvolvimento de tecnologia. Além disto, outros dois fatores foram fundamentais para o surgimento do Vale do Silício como o conhecemos hoje. O primeiro deles foi facilitar o licenciamento de propriedade, no início da década de 60; e o segundo foi uma redução de impostos sobre ganhos de capital, no final da década de 70, que ampliou a disponibilidade de crédito e permitiu a abertura de empresas como Apple, Netscape e Microsoft.
Inovação
O sistema operacional do seu celular é IOS ou Android? Você tem Netflix? Tem conta no Facebook ou Gmail? Já postou alguma foto no Instagram hoje? Pois é. De todas essas marcas que falamos, é bem provável que pelo menos uma delas faça parte do seu dia a dia. A maioria delas tem origem em algumas das empresas presentes no Vale hoje.
Espírito Empreendedor
O espírito empreendedor está em cada esquina do Vale do Silício e o que menos importa nessa região é a roupa que você veste, o carro que você tem ou de que lugar do mundo você é. O que importa mesmo são as ideias, saber como aplicá-las e a coragem de enfrentar riscos. É aí que entra o espírito empreendedor.
Investimento
Conseguir um investimento no Vale do Silício não é tão fácil como parece, mas pode ser simples. O importante mesmo é estar preparado profissionalmente e academicamente, possuir ideias inovadoras e sobretudo saber vendê-las.
Compartilhamento e Network
O mundo está repleto de pessoas de diferentes nacionalidades, ideologias, pensamentos, contextos culturais distintos! Isso pode ser enriquecedor para um negócio, mas é preciso saber aproveitar essas características que muitas vezes se refletem na missão e valores do negócio.
Cultura de Risco e Fracasso
Qual seria o significado de fracasso? É preciso saber lidar e aceitar a falha como um processo de aprendizado e aperfeiçoamento. Deve-se tentar quantas vezes for necessário. O lema é: Desistir nunca, render-se jamais! O aprendizado leva ao aperfeiçoamento e a melhoria continua ao acerto e consequentemente o almejado sucesso.
No Vale do Silício estão presentes grandes empreendedores que estão engajados em produzir e espalhar novos negócios, produtos e novas tecnologias com o intuito de gerar valor pro mundo. Confira o vídeo e julgue por si mesmo:

Fontes: http://www.psafe.com e Meu Sucesso