Gráfica e Editora Moura Ramos: livros, revistas, embalagens, sacolas, agendas e impressos em geral.: Depois do Blockchain, a forma como você vê o dinheiro, os negócios e o mundo nunca mais será a mesma Google+

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Depois do Blockchain, a forma como você vê o dinheiro, os negócios e o mundo nunca mais será a mesma



Blockchain: a tecnologia que está mudando o dinheiro, os negócios e o mundo

O termo blockchain vem adquirindo cada vez mais destaque nos meios de comunicação graças a euforia dos mercados financeiros com o bitcoin, porém, sua aplicação não se restringe apenas à moeda digital e promete revolucionar todos os setores do mercado. Este artigo irá tratar das possibilidades desta nova tecnologia e como ela já vem sendo utilizada atualmente.

Mas o que é blockchain? 

Ainda não há consenso do que é blockchain, porém, de acordo com a IBM é um sistema descentralizado para a troca de ativos. Ela usa um livro razão compartilhado (que é público ou privado) para registrar o histórico de transações de negócios eletrônicos que ocorrem em uma rede de negócios ponto a ponto. Uma rede de blockchain pode usar prova de trabalho, ou outro mecanismo de consenso, como uma base de confiança, prestação de contas e transparência, em vez de contar com uma instituição financeira ou agente mediador.

Modo de funcionamento do blockchain

Características

Ultimamente estamos presenciando um grande hyper do termo blockchain, onde muitas empresas usam seu nome para atrair investidores e mais atenção de clientes, quando muitas das vezes não passa de uma base de registro compartilhada. Em sua palestra “as possibilidades do blockchain“, Fernando Ulrich, especialista de maior destaque no Brasil na tecnologia, cita que a blockchain possui 5 características;

Aberta
A primeira característica é possuir um sistema ou rede aberta onde qualquer um possa acessar sem nenhuma restrição de acesso e a identidade dos participantes não é investigada.

Global
Essa característica prevê que sua base possa ser acessada transcendendo fronteiras.

Neutra
Qualquer informação pode ser inserida e usada para qualquer fim, nada nem ninguém poderá impedir seu uso da maneira que desejar, contando que se mantenha a segurança de acordo com as regras do sistema.

Distribuída
Não há um servidor central e todos os nós são iguais (sem hierarquia).

Resistente à censura
Por serem abertos, globais e projetados para funcionar em redes distribuídas, qualquer pessoa poderá usar e ninguém no sistema poderá impedir algum usuário de usar o sistema com quem quiser, onde quiser e como quiser.

Vantagens
Duas partes são capazes de fazer uma troca sem a supervisão ou intermediação de uma terceira parte, reduzindo fortemente ou até eliminando o risco de contraparte;

Usuários estão no controle de todas as suas informações e transações;
Os dados da blockchain são completos, consistentes, datados, precisos e amplamente disponíveis;

Por ser descentralizada, a blockchain não possui um ponto central de falha e é mais resistente a ataques maliciosos;
Mudanças nas blockchains públicas são visíveis por todas as partes, criando transparência, e todas as transações são imutáveis, isto é, elas não podem ser alteradas ou deletadas;

Todas a transações são adicionadas a um único livro-razão público, isso reduz a desordem e complicações geradas por múltiplos livros-razões;

Transações interbancárias podem potencialmente levar dias para serem compensadas e terem acordo final, especialmente fora do horário de trabalho. Transações com blockchain podem reduzir o tempo de transações para minutos e são processadas 24 horas por dia e 7 dias por semana. Eliminando o intermédio de terceiros e despesas gerais para troca de bens, blockchains têm o potencial de reduzir significativamente taxas de transações;

Praticamente qualquer documento ou bem pode ser expressado em forma de código e encapsulado ou referenciado por uma entrada do livro-razão.

Aplicações

A tecnologia do blockchain tem aplicações muito amplas, a maioria não pensada ou implementada e muitas delas se comprovarão inúteis, porém, como ocorreu com as companhias ponto-com nos anos 90, veremos algumas aplicações se destacando e comprovando sua utilidade ao longo dos anos. Grande parte das tecnologias que vêm sendo desenvolvidas sobre ela estão concentradas em uma região conhecida como Crypto Valley. Seguem alguns exemplos de aplicações da tecnologia atualmente:

Pagamento(cripto currency)

O blockchain permite que sejam feitas transações sem intermediários, porém, verificadas por todos os usuários da rede e sem possuir uma entidade administradora central, tornando inviável qualquer manipulação ou emissão de mais dinheiro corrente. As moedas digitais baseadas em blockchain em sua maioria possuem caráter de commodity, bem de troca e é escasso (o bitcoin por exemplo possui um limite de 21 milhões de moedas em circulação).

Contratos inteligentes

Contratos inteligentes (ou smart contracts em inglês) são códigos programáveis para ser executados por computadores no lugar de documentos em linguagem legal. Esses códigos definem as obrigações, benefícios e penalidades. Isso permite que pessoas possam tornar negociações de compra ou venda mais fáceis e seguras.

Exemplo: você pode imaginar um futuro em que você vende um carro parcelado, o comprador não paga o parcelamento, então o carro simplesmente bloqueia as portas e o sistema, até ser devolvido. Ou sistemas especializados para executar leilões que verificam automaticamente para o licitante a proposta mais alta dentro de um prazo estabelecido e reembolsa todos os outros.

Votação

A muitos anos a segurança das urnas eletrônicas têm sido colocada em cheque e o sistema de blockchain poderá dar maior transparência no voto da população sendo de certa forma auditado por várias máquinas em redes diferentes. que possuem uma cópia desse banco de dados público atestando por meio dos registros obtidos por outros computadores sendo extremamente difícil para qualquer agente alterar as informações armazenadas. Por meio do blockchain o eleitor pode conferir se seu voto foi computado com sucesso e permanecer anônimo para o resto do mundo. Em 2014 um partido político dinamarquês tornou-se a primeira organização a usar blockchain para votação.

Cadeia de fornecimento e de prova de proveniência

Todos os produtos que compramos hoje são feitas de forma dependente de diversas entidades formando uma cadeia de fornecedores para se formar um único elemento e a comunicação entre parceiros muitas vezes acontecem de forma não tão transparente quanto desejados acabando com o monopólio de informação de cada organização na cadeia.O blockchain permite que de forma proativa por meio de registros permanentes e auditáveis mostrando aos interessados o estado do produto em cada etapa da cadeia de construção.

Investimento (arbitragem)

Apesar das criptomoedas possuírem uma tecnologia que não depende de grandes bancos, é possível fazer investimentos por meio da tecnologia. A arbitragem de moedas virtuais se caracteriza pela compra e venda de criptomoedas usando diversas corretoras (conhecidas também como exchanges) onde eles fazem compras de moedas em corretoras onde a criptomoeda possui um menor valor e vendem para corretoras por um preço maior, repassando assim para os investidores.

Educação

Quando falamos de blockchain no setor de educação, o case mais conhecido é o registro de diplomas. Esse registro de diplomas permite, entre outras coisas, que candidatos ou instituições de ensino compartilhem seus certificados e que sua veracidade seja confirmada. Mas por que registrar apenas os certificados de cursos? A blockchain permite que a nota de cada uma das disciplinas do curso sejam registradas e que tornem-se invioláveis. Além disso, como todos os registros sendo compartilhados, seria possível ao Governo ou as próprias instituições de ensino traçarem planos educacionais com base em dados confiáveis e atualizados como: números de faltas, números de abandono, número de alunos com notas vermelhas por disciplina, quantidade de formandos em cada série e etc. Ela também permite o aumento de segurança em aplicações de provas como a de concursos públicos e vestibulares através do registro do cartão de respostas na blockchain. Evitando fraudes como alterações de respostas com intenção de violar o processo de seleção.

Bitnation

A bitnation é um serviço de governança que oferece os mesmos serviços que os governos tradicionais oferecem, mas de forma voluntária e descentralizada. A ideia consiste na criação de uma nação paralela onde pessoas comuns podem contribuir para a criação de uma nação sem fronteiras, oferecendo serviços mais convenientes, seguros e econômico que sejam independentemente do espaço geográfico que ele ocupa, onde os prestadores de serviços governamentais competem oferecendo melhores serviços, em vez de manter um monopólio geográfico usando de violência. O objetivo final da Bitnation é criar um mundo novo onde todos possam escolher a nação que preferem, várias nações, ou nenhuma, e até mesmo criar sua própria nação na plataforma Bitnation.

Cartórios

A figura do tabelião como existe hoje aparenta como uma relíquia burocrática no mundo no século 21. Esta tecnologia mudará totalmente o modelo que os cartórios atuam, pois, ela age como um livro de contas digital, confiável, imutável, visível para todos os participantes, que mostra todos os elementos da transação de forma transparente e por um custo irrisórios para os atuais padrões (nos países onde foi implementada, o serviço custa em média 15 centavos de dólar).

Saúde

O sistema permite que sejam registradas todas as consultas realizadas de seus pacientes e médicos criando uma fonte totalmente confiável permitindo não só que os diagnósticos melhores como também maior poder de análise de grandes amostras de pacientes e possuir todo o histórico de saúde do paciente.

Sidechain

O sidechain é uma tecnologia de integração entre outras blockchain adicionando funcionalidades sem ser necessário mudar os Scripts da blockchain resolvendo assim o problema da existência de diversas blockchains isoladas permitindo que ativos sejam movidos entre outras cadeias da tecnologia.

Algumas previsões dos analistas:

1. Primeiro será adotado no mercado financeiro: No mercado financeiro o blockchain permitirá reduzir de maneira drástica o tempo de transações bancárias (principalmente internacionais) transformando o tempo de transações de dias para segundos ao mesmo tempo que torna as transações mais seguras. Algumas pesquisas também indicam que o setor poderia economizar bilhões de dólares.

2. Regulamentações: Analistas preveem que os estados irão tentar regulamentar a tecnologia, atitudes que já estão sendo ensaiadas por algumas agências governamentais e instituições internacionais, pedindo desde a liberação (o Japão já reconhece o bitcoin como moeda legal) até a proibição total. Parece extremamente provável que os esforços internacionais, bem como dos EUA, para regular a cadeia de blockchain continuem, talvez com mais legislação sendo aprovada este ano.

3. Novos investimentos: Grandes investidores estão em busca de novos investimentos em startups que desenvolvem novas aplicações da tecnologia, estima-se que já tenham sido investidos no total um valor de 2,6 bilhões de dólares na tecnologia do blockchain. Startups não são as únicas a desenvolver aplicações para essa tecnologia, muitas empresas já estabelecidas no mercado de tecnologia já vem desenvolvendo grandes trabalhos para o desenvolvimento da blockchain.

4. A demanda por talentos em blockchain irá disparar: Com o desenvolvimento da tecnologia, a demanda por profissionais com experiência em blockchain aumentará. No entanto, há poucas instituições de ensino que oferecem cursos específicos sobre o tema, mesmo a demanda deste profissional já estar sendo exigida. Por sua “raridade” no mercado, engenheiros blockchain recebem salários em torno de 250 mil dólares por ano.
Conclusão

A tecnologia do blockchain é muito interessante e permite resolver diversos problemas existentes na atualidade, porém, de acordo com relatórios do Gartner, a tecnologia está no nível de maturidade embrionária e tem muito potencial a ser desenvolver entre 5 e 10 anos.

Mesmo estando em seu nível embrionário ela possui capacidade de transformar uma empresa conhecida por ter tido falta de visão – como a Kodak – que viu suas ações dispararem mais de 140% nas 12 primeiras horas após anunciar uma iniciativa com uso da tecnologia da blockchain para pagamentos de direitos autorais para fotógrafos. Eis o potencial da palavra blockchain no mercado, faz uma empresa quase falimentar renascer das cinzas como uma fênix.

E ai? Você acredita que a blockchain é uma tecnologia que veio pra ficar ou é uma moda passageira? Deixe seu comentário abaixo!

Se interessou pelo assunto? Que tal conferir o whitepaper do projeto?