MOURA RAMOS GRÁFICA E EDITORA LTDA: Como diminuir a poluição do ar

domingo, 6 de janeiro de 2013

Como diminuir a poluição do ar

Ar Cancerígeno
do Quinoterapia
Está provado que as cidades com 10% de poluentes no ar a mais que o recomendado pela Organização Mundial de Saúde registra 12% a mais de casos de câncer de Pulmão. São Paulo, a 5ª cidade mais poluída do mundo, tem 20% a mais poluentes do que o padrão da OMS. Isso explica a explosão de casos de Câncer na cidade.

Retirado da versão impressa do “Jornal Brasil de Fato” 369/2010. FONTE: Fórum Popular de Saúde - PR

Como diminuir a poluição do ar?


Entre os elementos indispensáveis à vida, o ar é um dos principais. Mesmo com enorme relevância para os seres vivos, o ar tem sofrido drásticos impactos provenientes da ação antrópica. 
As atividades humanas provocam a poluição do ar, que pode refletir em enormes danos para a natureza e para o próprio homem. 

Nos últimos anos, o que mais se destaca nos meios de comunicação são notícias relacionadas ao clima, tais como: a poluição do ar que é gerada pela queima de combustíveis fósseis, emissão de gases industriais, queimadas, entre outros. 
Isso tem provocado aumento das temperaturas globais, efeito estufa, elevação dos níveis dos oceanos, entre outros que estão relacionados. Diante da situação, é preciso que a sociedade atual tome atitudes rigorosas em relação à poluição do ar. 
Existem inúmeras dicas corretivas e preventivas para tentar amenizar esse problema, dentre elas: 

• Estipular limites dos níveis de poluição nos ambientes urbanos e rurais. 

• Critérios rigorosos quanto às normas de emissão de gases. 

• Monitoramento periódico das fontes poluidoras. 

• Incentivar o uso de tecnologias menos poluentes. 

• Uso de equipamentos que reduzem os níveis de gases emitidos, dos quais podemos citar: catalisadores automotivos, filtros despoluidores nas chaminés das indústrias, além de outros. 

• Monitorar constantemente lugares onde são depositados resíduos sólidos, para que não haja incêndios. 

• Controle diário da qualidade do ar. 

• Promover o reflorestamento de áreas degradadas. 

• Elaboração de projetos de caráter preventivo contra possíveis poluições atmosféricas de grande proporção. 

• Controlar as queimadas (lavouras, pastagens e florestas). 

• Evitar o uso de agrotóxicos, dando preferência para o controle biológico. 

• Preservação de florestas naturais. 

• Implantação de sistema de transporte coletivo de qualidade. 

• Criação e expansão de áreas verdes nas áreas urbanas, como praças arborizadas, parques ecológicos, jardins, etc.